Boas compras

sábado, 10 de agosto de 2013

UM DIA ATRAS DO OUTRO

UM DIA ATRAS DO OUTRO

Nada como um dia atrais do outro para deixar um grande espaço entre a verdade e a mentira. == Ontem ouvi de você, desta tua boca falante, que sem medi as palavras, jogou no ar, suas lamurias que de encontro com meias verdades causaram nos presentes um certo constrangimento.

== Ás vezes me pergunto o por que eis assim, tão insegura, tão amante do falar de vidas alheias , falando numa linguagem popular ( fofoqueira ).  Sinto ao olhar pra você o quanto ti faz bem comentar a vida dos outros , sei que ainda ontem, jogastes ao ar palavras a meu respeito, não quero saber de meu nome em comentários de esquinas, eu já lhe avisei e volto a lhe avisar, me deixe fora dos teus ti,ti,ti,pois vou esquecer nossa amizade e parto pra cima de ti.

=== Não consigo entender certos comportamentos de certas pessoas, assim como ti, pessoas de boa instrução, que vivem com a cara no chão por ter como arte o prazer do leva e traz. === Quando me refiro a instrução, me refiro ao conhecimento que o saber faz entender que se deve sempre respeitar, não sair por ai a dizer coisas que não lhe diz respeito, falando do teu jeito, um mau muito maior.
 === Grande verdade a educação vem de berço e no teu caso você a teve mais não conteve o seu prazer de fofocar. == Ontem ouvi por ai, assim sem querer, passando por duas pessoas que falavam de ti, uma dizia pra outra, fula na que me aguarde, vai engoli os dentes, quando eu lhe por minhas mãos, a outra retrucou , pois lhe peço que só lhe bata na boca, pois na cara bato eu, que ódio tenho desta mulher por causa de falsas palavras, amarguei grandes momentos, terá o troco de mim.

=== Pela nossa amizade, cuidado ao andar por ai, tens plantado a discórdia e de forma expansiva e em breve começara a colher destas tuas atitudes muita dor vai lhe trazer. === Não conte com minha ajuda na hora do vai e vem, existe um preço pra tudo e a conta sempre vem , a tua já esta próxima, já acertada e acredite vai doer, portanto já esta na hora de segurar tua língua, pois por causa dela terás tua cara ferida e eu que lhe tenho amizade, nada poderei fazer, a não ser lamentar e lhe socorrer , lhe levando pra casa e pelo caminho, voltar a lhe dizer, que deixe este teu prazer de lado e cuide do que e teu.